icon-noticias-data icon-noticias-mais icon-youtube icon-social-twitter icon-social-google icon-social-instagram icon-social-linkedin

Não é mais preciso arrombar a porta para invadir sua casa…

19/06/2017

PRAZER, EU SOU UM CRIMINOSO!

 

Isso mesmo, eu sou um criminoso. Eu sou muitas vezes chamado pela mídia de hacker, cracker ou pirata da internet. Mas o fato é que eu não preciso mais arrombar sua porta ou pular sua janela para entrar na sua casa. Eu posso entrar na sua casa através do seu computador, celular, tablet, televisão, cafeteira e até mesmo pela sua geladeira, posso invadir sua casa através de qualquer dispositivo que esteja conectado à rede!

ATAQUES POR TODOS OS LADOS

 

A cada segundo de algum lugar do mundo alguém está atacando alguém, seja por motivos políticos, religiosos, governamentais, intolerâncias ou simplesmente para fazer um teste. Todos esses ataques deixam em cheque a nossa segurança, uma vez que você precisa estar cada vez mais atento nos emails que recebe, links que você clica, downloads que você faz e etc. Veja este site muito interessante, desenvolvido pela Kaspersky – empresa líder em segurança cibernética e que é fabricante de um dos melhores antivírus – nele você pode ver ataques que estão acontecendo pelo mundo em tempo real.

Incrível, não? Bom, com certeza pelo menos uma pessoa na internet já sofreu alguma tentativa de ataque, fraude ou invasão. É impossível afirmar que se está 100% seguro na rede. Sempre pense da seguinte forma: “Sistemas são programados por pessoas e pessoas falham”. Ao mesmo tempo que pessoas falham, outras pessoas bem-intencionadas estão ali para corrigir essas falhas, porém, nunca será 100% seguro. Mesmo que você utilize seu Linux, seja ele qualquer distro – que é um sistema operacional que é nomeado como um dos mais seguros – existem inúmeras técnicas para tentar algum ataque nele. Claro que o alvo preferido dos criminosos são os usuários de sistemas mais comuns, que estão com falhas mais exploradas, estudadas e expostas, como o Windows.

Muitos ataques podem começar com um simples e-mail, uma simples corrente compartilhando um link em uma rede social ou um download daquela música que você gosta. Falando em música, se você já usou Kazaa, LimeWire ou eMule, com certeza você faz parte do grupo que eu citei. Focando em tentativas de fraudes, como você pode ver no exemplo abaixo, essa é uma tentativa de Phishing, que é uma fraude onde o Cracker lança sua “isca” via e-mail, links ou outros meios, para várias pessoas, a fim de obter dados de acessos, senhas, dados bancários e etc. Quem cair na cilada rede, clica e preenche os dados, sobre a fraude.

Essa é uma página falsa, que tem o objetivo de recolher informações do cartão de crédito. O link acessado não é do banco (www.itau.com.br) e solicita-se os dados completos do cartão.

Atualmente uma tentativa de invasão que está se tornando muito comum são os ransomware, que é um tipo de malware que restringe o acesso ao sistema infectado e muitas vezes cobra um valor de “resgate” para que o acesso possa ser restabelecido. Muito comum na Deep Web, esse tipo de invasão acontece porque pessoas baixam, armazenam ou instalam arquivos desconhecidos sem nenhuma proteção de vírus instalada ou ativa.

 

Ransomware Arhiveus-A, que compacta arquivos no computador da vítima em um pacote criptografado e pede senha para descriptografá-lo.

ESTÁ ACONTECENDO MAIS PRÓXIMO DO QUE VOCÊ IMAGINA

Um caso de Ransomware aconteceu recentemente com a prefeitura de Pratânia (SP). A cidade com apenas cinco mil habitantes teve seu servidores invadidos e todos os computadores e registro criptografados. Os funcionários que tentaram abrir algum arquivo do computador recebiam a mensagem da imagem abaixo, solicitando um valor de resgate de U$3.000,00 para que o serviço e arquivos fosse descriptografados.

Mensagem que aparecia ao tentar abrir qualquer arquivo da máquina. O Prefeito preferiu não arriscar e pagar o valor do “resgate”

Como a prefeitura achou melhor não pagar o preço solicitado, os funcionários ficaram sem sistema e isso gerou inadimplência com muitos fornecedores. A prefeitura, sem garantias de que se fizesse o pagamento receberia o acesso aos arquivos teve que formatar todos os computadores e iniciar seus processos do zero. Imagine se isso acontecesse com sua máquina pessoal ou na empresa que você trabalha, que dor de cabeça, né?

SALVE-SE QUEM PUDER!  (OU QUEM TIVER MAIS CONHECIMENTO)

Uma boa dica para você não ter dor de cabeça com os tipos de situações citadas acima é sempre ter um antivírus confiável instalado e sempre manter o banco de dados dele atualizado. Para uma maior segurança instale um firewall, existem algumas opções gratuitas na internet que você pode usar. Falando em gratuito, lembre-se que antivírus crackeado é a mesma coisa que trancar a porta e esquecer a chave na fechadura. Use opções free ou ative uma licença legalmente. Indo mais além, não clique em links desconhecidos, preste muita atenção em e-mails de remetentes que você não conhece, não saia clicando em tudo quanto é link. Sempre desconfie, não precisa ser paranoico, mas desconfie. O alvo mais vulnerável é o ser humano, para aumentar sua segurança e não cair nessas armadilhas é você se educar e conhecer os riscos que você corre na rede, podendo assim se proteger.

 

Computer virus.